ITACUA MOTOS
Olá! conecte-se a Itacuã Motos ou Cadastre-se!
ONDE ESTAMOS
Av. Francisco Junqueira, 1500  |  Centro  |  Ribeirão Preto - S.P.  |  CEP: 14010-030
Fone: 16 - 2137.7300
  Motocicletas Empresa Serviços  
   
Yamaha Teneré 250 e Teneré 660Z no Brasil em breve
Tenere 660 no Brasil
Extra! Extra! Extra! A nova Ténéré no Brasil
XT 660Z Ténéré - Em Testes no Brasil
Yamaha finalmente apresenta a XT 660Z Ténéré no Brasil
Yamaha XT 660Z Ténéré, destaque do Salão Duas Rodas, é colocada à prova.
Yamaha apresenta XT 660Z Ténéré
Testamos a nova Yamaha XT 660Z Ténéré
Salão Duas Rodas 2011
Yamaha lançou modelo XT 660Z Ténéré
Teste com a nova Yamaha XT 660Z Ténéré
XT 660Z TÉNÉRÉ
A Herança Ténéré - história
Aceleramos a Ténéré no deserto africano.
Ténéré ao longo da história
Yamaha DT 125 Ténéré
A Rainha das Maratonas Africanas
Camelo mecânico
SUPER TÉNÉRÉ XT 1200Z chegou!
Modelos Ténéré
História da Ténéré
Teneré, à volta e as lentes rosa do passado!
Teste da Nova Yamaha Tenere 250 – 2011
Ténéré 600
História… A saga da Yamaha Ténéré
Yamaha XTZ 250 Ténéré inspirando aventureiros
XTZ 250 Ténéré 2011, enfim a nova Yamaha.
Yamaha Ténéré XT 660 Z: uma motocicleta histórica
XT 660Z Ténéré - Ano 2008
XT 660Z Ténéré detalhes técnicos e cores
XTZ 600/750 Ténéré - A guerreira do Paris Dakar
Comparativo ténéré 660 e ténéré 600
Linha do tempo
XTZ Ténéré ! Comparativo entre a versão nova e a antiga - 25 anos de história.
Exibindo de 1 até 34 de um total de 34
 
Itacuã Motos - Lojas
 
Unidade I
Av. Francisco Junqueira, 1500
Centro, Ribeirão Preto - S.P.
Fone:
16 - 2137.7300
Itacuã Motos - Mapa
 
 
RX 180

Lançada em 1980 com estilo Custom, a RX 180 Custom foi a motocicleta maior e mais potente produzida pela Yamaha no Brasil entre 1980 e 1985, quando teve sua produção encerrada.

Utiliza motor 2 tempos, como as outras motocicletas da Yamaha produzidas no Brasil na época.

Seu estilo é uma cópia do modelo norte americano, com guidão alto e largo, banco em dois níveis e principalmente pelo seu tamanho igual a uma moto de 250cc3.

Possui boa estabilidade e ótimo conjunto de freios, bem como uma confortável posição de dirigir. O formato largo do tanque de combustível, do tipo tear drop (em forma de gota d´água), é o que mais se destaca na RX 180 Custom.

O uso do guidão alto, não sugere uma boa solução estética, mas permite boa maneabilidade da moto e possibilita boa posição de dirigir junto ao assento.

Os comandos manuais do guidão são bem localizados: à esquerda ficam os botões que acionam o farol alto e baixo, os piscas direcionais e a buzina; do outro lado a manopla do acelerador e o reservatório de do fluido do freio a disco dianteiro.

No centro do guidão fica o painel com chave de ignição, e os mostradores do acionamentos dos piscas (amarelos), do farol alto (azul) e do ponto morto do câmbio (verde).

O painel é completado do lado esquerdo pelo velocímetro, que marca até 160 km/h, e tem apenas um hodômetro total; do lado direto está o Tacômetro, que registra até 12.000 RPM, com faixa vermelha a partir de 9.000 RPM.

Os piscas são maiores e mais largos que os da Yamaha RX 125 e ficam mais afastados do corpo da moto, oferecendo melhor visibilidade.

Um dos grandes alvos da crítica foi o ruído excessivo do motor em funcionamento. Mostrou-se muito barulhenta mesmo em baixas rotações de trabalho, gerando desconforto ao piloto e principalmente ao carona.

O Câmbio de 5 marchas é o mesmo da Yamaha RX 125, o que facilita a manutenção. Todavia apresenta-se muito curto e com marchas muito próximas, o que não prejudica o desempenho da RX 180 Custom, mas exige trocas mais constantes de marcha.

Possui ótima autonomia, de aproximadamente 300 km com o tanque de 12 litros.

A estabilidade da moto merce , com um ótimo acerto de conjunto de suspenção (com garfo dianteiro Ceriani) e principalmente pelo ótimo conjunto de freios, que sempre pára a motocicleta em espaços curtos e sem riscos de travamento.

Um grande desta motocicleta foi a ignição transistorizada utilizando C.D.I., que dispensa platinado. A grande maioria das motocicletas da época utilizava platinado, peça que exige grande manutenção e é de pouca confiabilidade.

Como a RX 180 dispensa o uso de platinado, mostrou-se extremamente confiável e de bom desempenho, pois o C.D.I. impede que o motor "flutue" em altas rotações.

 

 
Menu
Itacua Motos - Seta Home
Itacua Motos - Seta Empresa
Itacua Motos - Seta Serviços
Itacua Motos - Seta Peças e Acessórios
Itacua Motos - Seta Consórcio
Itacua Motos - Seta Mídias
Itacua Motos - Seta Onde Estamos
Itacua Motos - Seta Contato
Itacua Motos - Seta Empresas do Grupo
Itacua Motos - Seta Trabalhe conosco
Itacua Motos - Seta Yamaha no mundo
Itacua Motos - Seta Meus acessos
Itacua Motos - Seta Favoritos
Itacua Motos - Seta Receba nosso News
Itacua Motos - Seta S.A.C
Itacua Motos - Seta Registre sua moto
Itacua Motos - Seta Motos Antigas
Itacua Motos - Seta Galeria de fotos
Itacua Motos - Seta Mapa do Site
   
 
Motocicletas 2020
ITACUA MOTOS - Seta CROSSER 150 S ABS
ITACUA MOTOS - Seta CROSSER 150 Z ABS
ITACUA MOTOS - Seta FACTOR 125I UBS
ITACUA MOTOS - Seta FACTOR 150 ED UBS
ITACUA MOTOS - Seta FAZER 150 UBS
ITACUA MOTOS - Seta FAZER 250 ABS
ITACUA MOTOS - Seta LANDER 250 ABS
ITACUA MOTOS - Seta MT-03 ABS
ITACUA MOTOS - Seta MT-07 ABS
ITACUA MOTOS - Seta MT-09 ABS
ITACUA MOTOS - Seta NEO 125
ITACUA MOTOS - Seta NMAX 160 ABS
ITACUA MOTOS - Seta R3 ABS
ITACUA MOTOS - Seta SUPER TÉNÉRÉ 1200 DX ABS
ITACUA MOTOS - Seta Tracer 900 GT ABS
ITACUA MOTOS - Seta TT-R 230
ITACUA MOTOS - Seta WR250F 2019
ITACUA MOTOS - Seta WR450F 2019
ITACUA MOTOS - Seta XMAX ABS
ITACUA MOTOS - Seta YZ250
ITACUA MOTOS - Seta YZ250F
ITACUA MOTOS - Seta YZ250FX 2019
ITACUA MOTOS - Seta YZ250X
ITACUA MOTOS - Seta YZ450F
ITACUA MOTOS - Seta YZ450FX 2019
ITACUA MOTOS - Seta YZ65
ITACUA MOTOS - Seta YZ85LW
 
   
BNDES
 
Prêmios
         
yamaha
Busca:
Copyright 2011 Itacuã Motos - Todos os direitos reservados.  
Vianett desenvolvimento e administracao sistemas online